Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


06
Mar16

Adoro a forma como a minha entrevistada começa o seu texto "Visão, atitude e fazer acontecer!" E é isso mesmo que este post vos irá mostrar! Não basta ser empresário...é preciso algo mais! Apresento-vos a Rosangela Vilela, que vem do Brasil para implementar o seu projecto em Portugal!

 

 

  1. O que significa para ti a palava «Empreendedorismo»? Na minha opinião, empreendedorismo é fazer acontecer. Muitas pessoas usam o termo erroneamente, achando que todo empresario é empreendedor. Mas para mim, para ser empreendedor temos que ter 3 ingredientes principais: visão , atitude e fazer acontecer !

 

  1. Qual é o teu projecto? Eu tenho um projeto que ainda esta sendo elaborado de comercio on line de produtos saudáveis e de bem estar.

 

 

  1. Como surgiu? Fui executiva durante 20 anos e nos ultimos 3 anos adquiri uma franquia de produtos naturais muito famosa aqui no Brasil chamada Mundo Verde. Só que a vontade de ter o meu próprio negócio foi se tornando cada vez maior . Além disto, eu e minha familia decidimos mudar para Portugal.  Com isto, estamos nos mudando para Portugal e vamos implementar este novo projeto em terras lusitanas.

 

  1. Quais os maiores desafios que encontraste desde o início? Para nós, a maior dificuldade está sendo entender a cultura de outro povo. Apesar da mesma lingua, sabemos que as diferenças culturais são grandes e por isto, vamos estudar bem o mercado, ouvir as pessoas, as nutricionistas, os médicos,  para montar um negócio que agregue para todos os portugueses.

 

 

  1. Quais os objectivos a médio/longo prazo para o teu projecto? Nosso objetivo é que além das lojas on line, tenhamos lojas fisicas e que após 4 anos, possamos franquear o nosso negócio.

 

  1. Qual a opinião dos teus familiares e amigos relativamente ao teu projecto? De que forma a opinião destes te influencia? Meu marido e minhas filhas me incentivam muito. Acreditamos que o empreendedorismo nos permite trabalhar com o que gostamos, ter mais tempo com nossa familia e principalmente, agregar valor a outras pessoas.

 

 

  1. De que forma o teu projecto modificou a tua vida? Meu projeto me fez repensar que  muitas vezes o dinheiro nao é nosso maior património. Ganhava muito dinheiro como executiva mas não consegui acompanhar o crescimento das minhas filhas. Quero possibilitar ao maior numero de pessoas estas possibilidade de trabalhar com o que se gosta e principalmente, conseguir ter liberdade. Ensinar que o trabalho não precisa ser um fardo e sim um prazer.

 

  1. Qual o papel que a Internet desempenha no desenvolvimento do teu projecto? Acho que hoje todo o negócio tem que estar conectado com as redes sociais . A internet revolucionou a forma de fazer negócios e nãoo pode estar fora de nenhum projeto. O facebook, instagram ampliam o conhecimento dos produtos e fazem estar mais perto dos nossos clientes.

 

 

  1. Qual o conselho que dás a todas as mulheres que estiverem a ler este post?

Que todos nós podemos empreender. Que não precisa ser uma ideia mirabolante. Olhe para dentro de você e identifique no que você é bom. Com garra e perseverança você vai atingir o sucesso.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

04
Mai15

Ser mãe em Portugal

by O cantinho da Raki

 

Vou completar brevemente 25 anos e estou numa fase da minha vida muito interessante. Várias mudanças estão a ocorrer e acho isso um bom sinal.

 

A questão da maternidade está nos meus planos, mas não para já. Antes preciso de estar mais comigo mesma e descobrir mais desta "Raquel". Só assim poderei estar pronta para conhecer um outro ser.

Mas nem por isso deixo de pensar nessa possibilidade e como a minha vida mudaria. Tanto em termos de prioridades, de relação com o marido, de organização do tempo, etc.

Penso principalmente como seria ser mãe aqui em Portugal. 

Preocupa-me o facto de não ter emprego estável e de isso condicionar certas decisões na minha vida (como ser mãe). Vivemos num país que não oferece incentivos suficientes para que os jovens casais aumentem a sua familia. E por isso temos cada vez menos pessoas a terem filhos ou então a terem filhos mais tarde.

O que me preocupa é trazer uma criança ao mundo num país que não permite que os jovens pais tenham uma vida estável e que possam oferecer tudo do melhor ao mesmo.

O "dia da mãe" serviu para eu pensar nestas questões. Serviu também para pensar na mãe maravilhosa que me colocou no mundo e na sorte que ela teve em sempre me ter dado uma vida repleta de amor, carinho e bens materiais. Gostava de poder proporcionar tudo isso um dia ao meu filho...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:24


raki
Raquel Gonçalves

O Cantinho da Raki é um blog para todas as mulheres. Neste espaço encontrarão um pouco do meu mundo - do mundo de uma mulher como vocês. Sugestões de moda, beleza, decoração, apostando em produtos de uma ótima relação preço/qualidade.

Redes Sociais


Raki's on facebook


@Cantinho_da_Raki no Instagram


Parcerias

Image and video hosting by TinyPic

Mais comentados



Arquivo da Raki

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D