Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



14
Dez14

mink-embed

 

Hoje venho-vos falar de uma inovação que promete "abanar" o mundo da maquilhagem. Chama-se Mink e trata-se de uma impressora 3D que promete fabricar a maquilhagem que quiseres, da cor que desejas. Tudo isto graças à tecnologia 3D que tem vindo a ser utilizada em áreas como a medicina e a informática.

 

 

A ideia partiu de Grace Choi, uma aluna da Universidade de Harvard, que em determinada altura da sua vida constatou que muitas vezes a cor de uma determinada maquilhagem que pretendemos comprar não a conseguimos adquirir ou porque se esgotou na loja ou  porque não temos dinheiro para tal, ou ainda porque a cor que queremos no momento não está à venda uma vez que não faz parte das "cores da estação". Assim, nasceu a ideia de cada mulher  ter em casa uma impressora capaz de imprimir maquilhagem.

 

 

Mas como funciona a Mink?

Promete acima de tudo simplicidade e rapidez. Para tal, basta apenas ter uma imagem da maquilhagem que pretendemos reproduzir, utilizar um selector de cor a fim de encontrar o código hexadecimal da tonalidade, colocar este num aplicativo de edição de imagens como o Photoshop ou o Paint e mandar imprimir.

 

Que tipo de maquilhagem é possivel imprimir?

Batons, Gloss e sombras em pó (sombras de olhos e blush).

 

Público-alvo?

Raparigas entre os 13 e os 21 anos, pois esta faixa etária ainda não é fiel a nenhuma marca de beleza. Ainda estão apenas a experimentar produtos novos.

 

Preço estipulado?

Cerca de $US 200.

 

Os materiais utilizados são de qualidade?

A tinta utilizada na impressora foi aprovada pelo FDA (orgão responsável por supervisionar o sector de cosmética, alimentar e outros nos EUA). Ela mistura a cor com os elementos básicos encontrados na maquilhagem.

 

Pontos Fortes & Pontos Fracos

Esta é sem dúvida uma grande invenção que promete mudar o rumo da indústria da beleza. Em termos de pontos fortes penso que o facto de se poder imprimir em casa  a maquilhagem que queremos é bastante cômodo . Ao invés de seguir as tendências ditadas pelas grandes marcas (com as cores da estação), eu posso escolher livremente as cores que pretendo adquirir. Deste modo, penso que este sentido de "liberdade" é bastante interessante. O preço também é bastante convidativo. No que refere a pontos fracos, penso que restam imensas dúvidas no ar quanto à qualidade dos produtos impressos (em termos da fórmula utilizada para criar a cor) bem como o preço dos materiais necessários para a impressão.

 

Ficaste curiosa quanto a esta novidade tecnológica? Consulta o vídeo abaixo ;)

 

Deixem-me a vossa opinião. Obrigado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26



raki
Raquel Gonçalves

O Cantinho da Raki é um blog para todas as mulheres. Neste espaço encontrarão um pouco do meu mundo - do mundo de uma mulher como vocês. Sugestões de moda, beleza, decoração, apostando em produtos de uma ótima relação preço/qualidade.

Redes Sociais


Raki's on facebook


@Cantinho_da_Raki no Instagram


Parcerias

Image and video hosting by TinyPic



Arquivo da Raki

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D